PUBLICIDADE
Jornal

Fortaleza na ponta

|Campeonato Cearense| Tricolor emenda segunda vitória consecutiva, quebra invencibilidade do Guarany de Sobral e assume a liderança do certame

11/02/2019 02:02:39

Não dá para dizer que foi um bom jogo, mas diante do Guarany de Sobral, ontem, no estádio do Junco, o Fortaleza fez sua melhor apresentação na temporada 2019. Apesar do placar simples, de 1 a 0, o Leão teve o controle da partida e não sofreu sustos. O resultado foi suficiente para colocar o Tricolor na liderança do Estadual, agora com seis pontos em dois jogos, posição pela qual Rogério Ceni tem obsessão.

O autor do gol isolado foi Ederson, logo aos 10 minutos do primeiro tempo. Ele aproveitou cruzamento de Carlinhos, da esquerda, e livre de marcação na grande área bateu de primeira. O atacante foi uma das peças de destaque da partida, finalizando muito e de vários pontos do campo, além de ter brigado muito pela bola nos 90 minutos.

O gramado irregular e o forte calor da cidade de Sobral atrapalharam, segundo os jogadores do Fortaleza. "No primeiro tempo estava abafado demais, difícil de respirar, mas conseguimos lidar com o calor e administrar. Valeu pela vitória", disse o zagueiro Roger Carvalho.

O Fortaleza até mostrou um leque de jogadas maior e um entrosamento mais apurado, porém pecava nas conclusões e por isso o goleiro Diónantan não fez nenhuma defesa tão difícil. Entretanto, escapou de levar um gol por cobertura no final do primeiro tempo. Ederson o viu adiantado e arriscou, mas a bola quicou na frente do gol e encobriu também a trave.

Edinho foi lançado em velocidade várias vezes e invadiu a área. Foi travado pela zaga algumas vezes e concluiu mal em outros. Mas também foi derrubado aos 41 minutos da etapa inicial e o árbitro não marcou a penalidade, que existiu.

O segundo tempo teve menos oportunidades, mas seguiu um panorama semelhante ao primeiro. De chance real de gol, o time sobralense teve apenas uma, já nos minutos finais, quando Alexandro arriscou de fora da área e obrigou Felipe Alves e espalmar para escanteio.

Além de uma maior volume, o Leão ficou em vantagem numérica aos 33 minutos da etapa final. O Guarany já havia feito três alterações quando o zagueiro Alex Maranhão sentiu a parte posterior da coxa direita e teve que sair de campo. Com Romarinho e Gustavo Coutinho descansados - ambos entraram no decorrer do segundo tempo -, Ceni lançou o velocista Mateus Alessandro quando ficou com um jogador a mais, para tentar ampliar o placar, mas não surtiu efeito.

"Não é exatamente o sistema que mais gosto de jogar, mas é o que mais se encaixa com as peças que tenho no momento. Quando outras chegaram, podemos mudar o padrão de jogo", explicou o comandante tricolor, ao fim da partida.

A vitória do Fortaleza fez cair o último invicto dentre os times que disputaram a primeira fase. Em contrapartida, o Tricolor agora tem duas vitórias consecutivas no Estadual e caminha tranquilo para garantir vaga na próxima fase.

O carga máxima de ingressos para a partida foi vendida. Seis mil pessoas estiveram no Junco para assistir o triunfo do Leão sobre o Cacique. Destes, 5.750 foram pagantes e contribuíram para a iniciativa do Bugre de doar a arrecadação para as famílias das vítimas do incêndio no CT do Flamengo.

A renda bruta arrecada foi de R$ 117.750,00. Descontadas as despesas, sobrou líquido R$ 65.510,31. É este último valor que será reateado entre as famílias. A diretoria rubro-negra se reúne hoje para discutir como fará o repasse do dinheiro e para entrar em contato com os familiares.

O Fortaleza volta a campo no próximo domingo, 17, para encarar o Atlético Cearense no Castelão, pela terceira rodada do Estadual. Já o Guarany de Sobral joga apenas dia 20 de fevereiro, uma quarta-feira, contra o Ceará, também no Castelão.

 

BRENNO REBOUÇAS

TAGS